//
você está lendo...
Artigo

“O olhar domesticado e o cinema de Hollywood”: curso na FIC-UFG

Casablanca (Michael Curtiz, 1942)

Casablanca (Michael Curtiz, 1942)

Neste semestre vou ministrar o seguinte curso na FIC/UFG:

“O OLHAR DOMESTICADO E O CINEMA DE HOLLYWOOD: O MELODRAMA, DE GRIFFITH A STEVEN SPIELBERG”

1 – EMENTA
Os primórdios do cinema. O cinema: técnica, indústria e forma artística. O cinema do período mudo. As origens e a “essência” do cinema. O melodrama: origens e histórico. Griffith e o melodrama cristão. A articulação melodramática: projeção e identificação do espectador. O juízo estético e o gosto pessoal. O olhar domesticado e a qualificação do olhar.

2 – OBJETIVO GERAL
Apresentar os primórdios do cinema e focalizar o conceito de Narrativa Clássica. Mostrar a continuidade da narrativa clássica no cinema – oriunda do teatro e literatura do século 19. Apresentar as ferramentas, dentro da diegese (universo ficcional), que estabelecem o “olhar domesticado” na produção imagética.

2.1. – OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Ao final da disciplina os alunos deverão ser capazes de:
– Conhecer os primórdios da história do cinema,
– Compreender as relações entre o conceito de modernidade e o surgimento do cinema;
– Problematizar o conceito de “Olhar domesticado”;
– Análise do filme: conhecer as ferramentas metodológicas para compreender a imagem cinematográfica.

3 – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
3.1. O mundo moderno e o surgimento do cinema.
3.2. O cinema e a invenção da vida moderna.
3.3. O instante X duração – o tempo da vida e o tempo da ficção.
3.4. 3.5. Griffith e o surgimento do Cinema Clássico
3.6. Os gêneros do Cinema Clássico

4 – METODOLOGIA
– Aula expositiva com exibição de filmes;
– Estudo dirigido de textos sobre História do cinema;
– Seminários pontuais com textos e filmes da bibliografia/filmografia

5 – AVALIAÇÃO
– Prova escrita;
– Prova Oral.

6 – BIBLIOGRAFIA BÁSICA

  • Bazin, André. Cinema – ensaios. São Paulo: Brasiliense, 1988.
  • Bernardet, Jean-Claude. O que é cinema. São Paulo: Brasiliense, 2004 (14a. edição)
  • Bordwell, David. A arte do cinema. Campinas: Papirus, 2014
  • Charney, Leo & Schwartz, Vanessa (Orgs). O cinema e a invenção da vida moderna. São Paulo: Cosac & Naify, 2001;
  • Huppes, Ivete. Melodrama – o gênero e sua permanência. São Paulo: Ateliê, 2000.
  • Mascarello, Fernando. História do cinema mundial. Campinas: Papirus, 2007.
  • Nacache, Jaqueline. O cinema clássico de Hollywood. Lisboa: Texto&grafia, 2012
  • Nogueira, Lisandro. “Lúcio Flávio, o passageiro da agonia”. Comunicação & Informação. Goiânia: V. 7, n. 2, 2004.
  • Oroz, Silvia. Melodrama. Rio de Janeiro: Rio Fundo, 1992.
  • Sklar, Robert. História social do cinema americano. S. Paulo: Cultrix, 1975.
  • Stam, Robert. Introdução à teoria do cinema. Campinas: Papirus, 2004
  • Xavier, Ismail. A experiência do cinema. São Paulo: Graal, 1984.
  • Xavier, Ismail. Griffith. S. Paulo: Brasiliense, 1984.
  • Xavier, Ismail. O discurso cinematográfico. São Paulo: Paz e Terra, 2005.
  • Xavier, Ismail. O olhar e a cena. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.

Mais informações na Coordenação de Jornalismo da FIC/UFG: (62) 3521-1333.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Twitter

Rádios

Dica

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: